Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Provas de aferição

exames

Foram publicados hoje, os resultados das provas de aferição.

Um estudo, feito pela APM revela que, os alunos do 3.º ano coseguiram fazer a prova do 4.º ano.

E alunos do 5.º conseguiram fazera prova do 6.º.

Qualquer pessoa conclui que, as provas foram fáceis.

O Ministério da Educação irá concluir que, não vai ser preciso haver 4.º e 6.º anos, pelo que, eates anos serão eliminados.

O que se poderá estender a todos os anos de final de ciclo, ou seja, além do 4.º e do 6.º, desapareceram o 9.º e o 12.º.

Objectivo: tirar 4 níveis ao sistema de ensino,irá fazer que o M.E. poupe muito dinheiro!!!

 


rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 22:06
link do post | comentar | ver comentários (6) | adicionar aos preferidos
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Educação

A educação no brasil

Estava hoje a ouvir um debate sobre educação, e a dado momento é lido um e-mail dum pedopsiquiatra, bastante directo e conciso, sem rodeios:

"A educação duma criança deve ser uma ditadura, para que mais tarde ele não se torne um fascista"


rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos preferidos
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

O simpex no seu melhor

Resolvi concorrer este ano, ao concurso de professores, pois estou farto de andar 70 Km, todos os dias.

Então, tive a oportunidade de experimentar, uma bela aventura.

Preechi a Inscrição obrigatória, ao submete-la aparece uma mensagem: o BI indicado já pertence a nossa base de dados.

Tentei telefonar, para as informações do concurso, e de lá vem uma voz: sdevido a número de chamadas não podemos atender a sua.

Finalmente resolvo ir buscar o núnero de candidato ao concurso de 2005, e enviei mais duas mensagens, a 50 centimos cada uma, para recuperar a passowrd.

O resto está escrito neste mail:

 

Exm.os Sr.es
 
Para uma melhor copreensão das minhas dúvidas, e para melhor perceberem, onde poderia ter havido um erro, passo a descrever os passos que dei.
Ao submeter a inscrição obrigatória, apareceu a indicação, de que o meu bilhete de identidade já se encontrava na vossa base de dados.
Assim sendo, e estando ainda na posse do número de candidato ao concurso de 2005(esse foi o útimo em que concorri), pedi uma nova passoword através de SMS, esta foi-me enviada, o que me leva a crer que o nº de candidato ainda é válido.
Quando fiz o teste recomendado à password e nº de candidato o sitema "dise-me" que as duas se encontravam correctas.
Quando tentei entrar no teste da candidatura electrónica, o sistema negou-me o acesso.
Talvez possa ser relevante mencionar que, isto se passou no dia 11//3/2009 e que o meu nº de candidato é xxxxxxxx
Desde já grato pela vossa atenção e esperando uma resposta
 
João Albano Rodigues Ribeiro Ferreira 

Não há pachorra para isto.

Isto é simples, para quem está no ministério...

Estou:
música: T. do Comércio-Chamem a Polícia

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 22:44
link do post | comentar | adicionar aos preferidos
Sábado, 7 de Março de 2009

Mais um que pensa ser o dono da razão

 

Educação

Jorge Pedreira acusa sindicatos de «inflexibilidade» e «hipocrisia» (TSF)

Este senhor, e os seus capangas, deviam ter mais cuidado com o que dizem, pois ninguém gosta de ser ofendido, especialmente quando se tem razão.

Além disso, os senhores do governo, deviam ter mais cuidado, quando chamam alguém de hipócrita, porque têm telhados de vidro!!!

Estou: Cansado da caminhada
música: Pink Floyd-Another Brick in the Wall

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 21:50
link do post | comentar | adicionar aos preferidos
Terça-feira, 3 de Março de 2009

Culto da Personalidade

manuela_ferreira_leite

Esta senhora disse que,  José Socrates faz o culto da personalidade.

Pela primeira vez concordo plenamente com ela.

Para falar bem e depressa, o supracitado e excelentissimo gajo, faz uma coisa do tipo eu sou bom e não há ninguém melhor do que eu.

Ou seja, não admite críticas, e tudo o que ele faz é bem feito.

Manipula a comunicação social, com discursos de propaganda, contra todos quanto estão contra ele.

Mais, apanhei um susto quando, ao entrar no site do Kanguru para ver as condições do E-escola, vi um vídeo onde aparecia ele a fazer propaganda ao projecto.

Enfim, qualquer dia, todas as instituições do estado, cafés,bares, restaurantes, etc., irão ser obrigados a ter uma fotografia dele, como a do Salazar no Estado Novo...

Estou:
música: This Mortal Coil-Holocaust

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 22:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos preferidos
Segunda-feira, 2 de Março de 2009

Mais uma da Milu

 

 

 

 

Educação

Esta senhora, que está aqui em cima, inventou as quotas para a avaliação de professores.

Para todos perceberem melhor, o que ela quer fazer, passando para o ponto de vista dos alunos, é o mesmo que , num exame, haver uma lei que só permitisse, que em cada turma só houvesse 5 alunos a ter mais que 17 valores. Os outros, mesmo merecendo, não poderiam ter essa nota.

Inteligente, não é?

Sem comentários...

Estou:
música: Pink Floyd-Another Brick in the Wall

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 19:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos preferidos
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Mais do mesmo

Só Riso Mail - Animações e Jogos online em Flash Página 1

No ano passado houveram, 100 queixas de agressão a professores, na zona da grande Lisboa, e 10 queixas na cidade do Porto. As agressões foram feitas por alunos, ou pelos encarregados de educação.

Acho que já comentei algo parecido, é triste, e é mais triste quando se sabe que, algumas agressões cometidas pelos alunos, tem consetimento dos pais.

Só mais uma coisa, tenho discutido este problema com os colegas, e muitos de nós, daria uma resposta adequada (eu sou um deles).

Sem mais comentários.

Estou:
música: Os pontos negros-Mais do mesmo

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 12:58
link do post | comentar | adicionar aos preferidos
Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Balanço!!!

   ESTOU QUE NEM POSSO…

Quando este governo tomou posse, deram-lhe um estado de graça, que ele aproveitou para:

- Aumentar o IVA, mesmo depois de ter prometido que não aumentaria impostos;
- Aumentar a idade da reforma, apesar de ter prometido que o não faria;
- Congelar as carreiras de alguns sectores da Função Pública.

O povo continuou adormecido.

Depois, provou-se que o Primeiro-Ministro falsificou documentos da Assembleia da República para que o tratassem por Engenheiro, que tirou
um curso de Engenharia sem ir às aulas, enviando trabalhos por fax, e que, enquanto recebia um subsídio de exclusividade, assinava projectos.

O povo mostrou-se indiferente, achando que, se ele queria que o tratassem por Engenheiro, era lá com ele.

De seguida, decidiu fechar escolas e urgências; a população começou a despertar e o ministro da saúde foi demitido, mas a política continuou.

Posteriormente, vieram as aulas de substituição gratuitas e a responsabilização dos professores pelo insucesso dos alunos.

Os professores acordaram e os tribunais deram-lhes razão na ilegalidade das aulas de substituição não remuneradas.

Depois veio o Estatuto da Carreira Docente, que dividia os professores em duas categorias, sem qualquer análise de mérito, e impedia que dois
terços dos professores atingissem o topo da carreira.

Os professores ficaram atordoados e a Ministra aproveitou para esticar a corda ainda mais, tratando os docentes por "professorzecos" e
criando um modelo de avaliação que ela própria considerou "burocrático, injusto e inexequível" e que prejudica os professores
que faltassem por nojo, licença de paternidade, greve ou doença.

Aí os professores indignaram-se e vieram para a rua. O Governo e os sindicatos admiraram-se com a revolta dos professores e apressaram-se
a firmar um entendimento que adiava a avaliação.

No ano lectivo seguinte, os professores foram torturados com o suplício de pôr a andar um monstro, cavando a sua própria sepultura.
Em todas as escolas, começou a verificar-se que esse monstro não tinha pernas para andar. Os professores começaram a pedir a suspensão do
processo e marcaram uma manifestação para o dia 15 de Novembro. Os sindicatos viram o descontentamento geral e marcaram outra
manifestação para o dia 8 de Novembro.

Os professores mobilizaram-se e a Ministra tremeu... Os alunos aprenderam com os professores o direito à indignação e aperceberam-se
de que o seu estatuto também era injusto, porque penalizava as faltas por doença, e começaram a manifestar-se. A Ministra percebeu que tinha
de aliar-se aos alunos e cedeu nas faltas, culpando os professores pela interpretação da lei. Conseguiu mesmo alterar sozinha uma lei
aprovada pela Assembleia da República perante os mudos parlamentares.

O ambiente na Escola tornou-se tão insustentável que a Ministra deixou de ter coragem de visitar escolas. Então, decidiu alterar novamente o
seu modelo, sem o acordo de ninguém, pois só ela não entende que está a mais no Governo, defendendo um modelo que sabe que é errado, só para
não dar o braço a torcer (lembrando a teimosia de Paulo Bento que, para afirmar o seu poder, prefere perder). Se fizesse uma
auto-avaliação, percebia que está tão isolada que até o representante das associações de pais, aliado de outras batalhas, tomou consciência
do que estava em causa.

Agora, o Secretário de Estado Adjunto vem dizer que a Lei é para cumprir. Mas qual Lei? A da Ministra que não respeita os tribunais,
que altera as leis da Assembleia da República a seu belo prazer, que manda repetir exames, mesmo sabendo que é inconstitucional, que
penaliza os professores pelo direito à greve e às faltas por nojo, por doença ou por licença de paternidade?

Quem deixou de cumprir a Lei foi a Ministra e o Governo. Lembram-se de alguém que fumou ilegalmente num avião, afirmando que desconhecia uma
Lei imposta por si? É o mesmo que vem dizer que nem ele está acima da Lei.

Já que a Comunicação Social está instrumentalizada e não há oposição firme, o povo devia seguir a lição dos professores e manifestar-se:

- Contra o elevado preço dos combustíveis, uma vez que o preço do petróleo desceu para um terço do que custava há meses e em Portugal os
combustíveis ainda só desceram cerca de 20%;

- Contra os elevados salários de gestores de empresas públicas que dão prejuízo;

- Contra a entrega de computadores "Magalhães" que depois têm de ser devolvidos, como quem tira doces a crianças;

- Contra o financiamento público de bancos que exploram os clientes com elevados juros;

- Contra as listas de espera na saúde;

- Contra as portagens nas SCUT;

- Contra a criminalidade e a insegurança que se vive em Portugal;

- Contra as elevadas taxas de desemprego;

- Contra o desvio do dinheiro de impostos para o TGV;

- Contra as mentiras.

Se os Portugueses acordarem e seguirem o exemplo dos professores, os governantes deixarão de se "governar" e passarão a defender o
interesse das pessoas.

"Ao emendar aquilo que precisa de correcção, o bom professor não está a ser rude."

música: The Clash-Police & Thiefs

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 20:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos preferidos
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Já não há educação nem decência.

 Maria de Lurdes Rodrigues, Ministra da Educação              

 "admito que perdi os professores, mas ganhei a opinião pública" (Maria de Lurdes Rodrigues, Junho/2006)

  

"vocês [deputados do PS] estão a dar ouvidos a esses professorzecos"

 (Valter Lemos, Assembleia da República, 24/01/2008)
 

 "caso haja grande número de professores a abandonar o ensino, sempre se poderiam recrutar novos no Brasil" ( Jorge Pedreira, Novembro/2008)

 

"quando se dá uma bolacha a um rato, ele a seguir quer um copo de leite!" ( Jorge Pedreira, Auditório da Estalagem do Sado, 16/11/2008)

 

 "[os professores são] arruaceiros, covardes, são como o esparguete (depois de esticados, partem), só são valentes quando estão em grupo!" ( Margarida Moreira - DREN, Viana do Castelo, 28/11/2008)
música: The Tubes

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 19:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos preferidos
Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

Os Papás é que mandam!!!

Não resisti a publicar esta mensagem enviada a uma colega, por um encarregado de Educação

 

 
 

 

Não falta muito para vir escrito assim:

 

DE: encarregado de educação

    PARA: professora

   MENSAGEM: o meu educando não leva livros porque não lhe apetece ter aulas.

    ASSINATURA: o papá   "

música: Xutos-Estupidez

rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 19:08
link do post | comentar | ver comentários (3) | adicionar aos preferidos

O lunático autor disto

congelados

Telescópio

 

Facebook

congelados

tags

actualidade

comico

humor

coisas

pensamentos

política

desabafos

música

educação

portugal

futebol

curiosidades

economia

desafio

politica

pp

sócrates

cultura

sic

eleições

todas as tags

links

Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mais comentados

6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 comentário

Relógio