Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Escutas a Belém.

O título deste post, não tem nada a vêr com o seu conteúdo.

Apesar da notícia do dia, ser acerca das alegadas escutas realizadas pelo SIS, só posso, como toda a gente diz, falar sobre isso depois do dia 27.

Portanto aqui está mais um post sobre:

Cartazes.

 

socrates.jpg

 

Outro cartaz, do qual "gosto", é aquele que mostra a fotografia do senhor apresentado na imagem, no qual se lê:

MAIS JUSTIÇA SOCIAL.

Não se sabe se, esta frase, se refere ao passado, ou ao futuro. Ou seja, se é uma coisa que ele já fez, ou se vai fazer, se fôr eleito primeiro ministro.

Caso seja a primeira parte, só tenho a dizer que, com este senhor, o país deixou de têr classe média. Ficou apenas com classe alta, e classe baixa. Acho que esta é a maoir "justiça social" que se pode têr.


rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 20:02
link do post | comentar | adicionar aos preferidos
2 comentários:
De Leucócito a 18 de Setembro de 2009 às 22:29
eu politica nao comento porque eles sao todos uns mentirosos e oportunistas... é so essa e a "politica de verdade" do PSD... lol beijinhos*


De João Rodrigues Ferreira a 18 de Setembro de 2009 às 23:57
Eu gosto de comentar, aliás, divirto-me imenso com certas campanhas. Só não gosto das caravanas barulhentas, com os carros a apitar como se não houvesse amanhã, e os carros campanha, com aqueles altifalantes ranhosos, que conseguem dar cabo dos tímpanos a qualquer um.
bjs*  


Comentar post

O lunático autor disto

congelados

Telescópio

 

Facebook

tags

actualidade

comico

humor

coisas

pensamentos

política

desabafos

música

educação

portugal

futebol

curiosidades

economia

desafio

politica

pp

sócrates

cultura

sic

eleições

todas as tags

links

Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mais comentados

52 comentários
45 comentários
42 comentários
38 comentários
38 comentários
36 comentários
34 comentários
34 comentários
33 comentários

Relógio