Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Tesla

Nikola TeslaНикола Тесла

Celebra-se hoje o aniversário do nascimento de Nikola Tesla.

Para quem não sabe, foi um iminente físico. Sim, um estudioso daquela ciência na qual, a nota média da correspondente disciplina do 12.º ano, foi de 8 valores. É também a disciplina que, para os alunos não tem nome, porque Física é a Educação Física, pois é muito in abreviar o nome: Vais ter Visual?

Estou aqui a gastar letras, porque me faz uma certa confusão ver a ignorância das pessoas, em relação a coisas realmente importantes, preocupando.se com futilidades.


rabiscado por João Rodrigues Ferreira às 22:48
link do post | comentar | adicionar aos preferidos
17 comentários:
De Lynce a 11 de Julho de 2009 às 11:36

É impressionante...como pode um povo desenvolver-se e evoluir de uma forma razoável com médias como esta? Eu penso que os alunos estão desmotivados, sabem que mesmo que tirem um curso superior o que os espera é as filas do IEFP.


De Pedro Turner a 11 de Julho de 2009 às 13:12

Talvez pareça inconveniente,mas,cada vez mais,me convenço que,na grande maioria,os estudantes se "deixam levar"pelos (pre)conceitos socias em que estão inseridos.Cada vez mais estão "alinhados" com o verdadeiro poder(o poder económico,que impõe "normas" socias,atravéz da "imagem",da "moda",do "aspecto",da "atitude",da demonstração de "estatuto social"...)e,cada vez menos,são uma voz inovadora,despreconceituada,lutadora por melhores condições de vida(Humana,Ambiental,Social...).Cada vez mais vivemos numa sociedade "ignorantemente instruída",em que os níveis de escolaridade sobem,e os níveis de cultura descem.
Regresso ao princípio:os estudantes necessitam entender que "estar desalinhado" não é dizer 3 "palavrões"em público,é
analisar a história passada,para questionar
a vivência presente,e melhorar a existência futura.


De João Rodrigues Ferreira a 11 de Julho de 2009 às 15:27
Tiveste a coragem de dizer, aquilo que,, eu só dei a entender.
Obrigado pela colaboração.
Volta sempre!


De João Rodrigues Ferreira a 11 de Julho de 2009 às 23:54
Têm que tirar mestrado e doutoramento, a 5000€ por ano, com os pais a pagar, e começam a tabalhar com 40 anos.


De MissAna a 11 de Julho de 2009 às 18:57
A ignorãncia é algo que me assusta, principalemnte vinda daqueles que um dia irão ser o futuro do nosso país...
Bom fim de semana! :)


De João Rodrigues Ferreira a 11 de Julho de 2009 às 23:56
A ignorância de alguns, pode ser conveniente a outros.


De Pedro Turner a 12 de Julho de 2009 às 02:08
Creio que talvez o pior de tudo seja o facto de,pelo menos no mundo ocidental,a ignorancia não ser o resultado da impossibilidade de aprender,mas sim de,simplesmente,NÃO QUERER aprender e apreender.


De João Rodrigues Ferreira a 18 de Julho de 2009 às 20:38
Estamos na época do não sei nem quero saber, já não há vergonha da ignorância, é "cool" não saber.

 


De Pedro Turner a 19 de Julho de 2009 às 19:10
Passamos das "idiots savants" para os "idiots instruites"!!Mas,na verdade,uma elevada percentagem de responsibilidade cabe á "geração de 70",posto que,a partir da segunda metade dos anos 70,do século passado,os líderes políticos,"embarcaram alegremente"no barco dos GRANDES empresários e banqueiros(e não estou a pensar no "banqueiro gordo e anafado")entregando-se(e entregando as populações pelas quais eram RESPONSÁVEIS)nas maõs de quem vive para o lucro"à tout prix"sem nenhum interesse pelo desenvolvimento social,económico,ou intelectual,dos seres humanos,reduzindo as pessoas a unidades de lucro,sem identidade e sem outra razão de existência,a não ser a maior riqueza de uns poucos.Mas também,nunca,como actualmente,foi possível o acesso á informação.No entanto,o acesso existe,mas não é procurado,A história não é estudada,a sociedade não é questionada.Os cidadãos,na sua maioria,(sobre)vivem,numa vida amorfa,inodora,inócua e,SOBRETUDO,sem ideias,e sem ideais(a não ser "o visual",a "imagem",os "concursos de dança"...)

  Parabéns pelo blog.As pedradas no charco são,mais do que nunca,imrescindíveis!!


De João Rodrigues Ferreira a 19 de Julho de 2009 às 22:17
Desde já agradeço o elogio ao blog.
Em relação ao teu comentário, e à parte do acesso à informação, já verifiquei que, quem diz que os jovens trabalham bem com a internet, não a deve utilizar. Os miúdos não conseguem fazer uma pesquisa em condiçãoes, inventaram uma linguagem para comunicar no messenger, que só assassina a língua portuguesa (utilizo o messenger e escrevo as palavras sen abreviaturas), não sabem utilizar os sites com mapas, dicionários, se aparece uma mensagem em inglês, ficaqm de boca aberta a olhar para o monitor, etc... Podiam utilizar a muita informação que têm, para aumentar o seu conhecimento, mas não!


De Pedro Turner a 20 de Julho de 2009 às 15:59
Exactamente!
A "aculturação"da sociedade é um facto,e,por muito que não se queira,essa aculturação é devida,em grande parte,à "Americanização" da sociedade,coadjuvada pelos "Europeus  Ocidentais".O desejo de evidenciar o"progresso"atravéz do consumo desregrado e da devastação do meio ambiente(natural e social)conduziu,em última análise,à situação caótica que vivrmos hoje.Mas,repito,penso que os maiores responsáveis,ainda são aqueles que,em nome de um"facilitismo"estupidificante,querem subir as estatísticas de QUANTIDADE de formandos,em detrimento da QUALIDADE dos formandos.


De João Rodrigues Ferreira a 20 de Julho de 2009 às 22:12
Os estudantes americanos, são dos que, comparando com outros países, os que menos cultura geral têm, sendo o seu desempenho,, em matérias em matérias curriculares, inferior a alguns países do terceiro mundo. E nós estamos a americanizar o nosso ensino? Boa!


De Pedro Turner a 21 de Julho de 2009 às 16:00
Eu penso que,sem querer entrar em análises demasiado longas,a "Americanização" da Europa(e não pretendo deslustrar o papel importante dos USA na Historia)inica-se com o "plano Marshall".Assim como a II Guerra Mundial foi a tábua de salvação económica e financeira para os USA,o plano Marshall foi o início de décadas de submissão monetária da Europa.Essa submissão,junto com as condicionantes políticas e sociais da época,fizeram o resto.Na Europa,sómente depois do Maio de 68 é que se começou a procurar caminhos diferentes para um novo conceito social.Ainda hoje,não conseguimos ultrapassar completamente essa situação,parecendo até que se agudiza novamente,em vez de diminuir.


De umbreveolhar a 12 de Julho de 2009 às 15:58

Li e gostei do que li. Alíás, ja não me conformo sem passar pelo  o teu excelente Blog que é dos meus preferidos. Sempre actualizado, meu bom Amigo!
Um bom Domingo para ti,
Carlos Alberto


De João Rodrigues Ferreira a 18 de Julho de 2009 às 20:41
Também dou regularmente dar "um breve olhar" pelo teu blog.
Bom Domingo.
Um abraço.


De Bolacha a 8 de Novembro de 2009 às 13:06
Ora bem... por onde começar?
Desde já devo dizer que li antentamente o post e todos os comentários feitos em relação ao mesmo. E assino por baixo.
Ninguém gosta de física. Ou de matemática. Os de qualquer área que envolva um pouco mais de raciocínio, e é por isso mesmo: por meter trabalho. É o que dá nascer com o rabinho virado para a Lua: os jovens de hoje, adultos de amanhã, grupo no qual me insiro, têm tudo sem terem que trabalhar para nada, e por isso estão pouco habituados a fazer algo pela vida. O desinteresse pela Ciência não vem da falta de incentivos, da incompetância dos professores ou dos orgãos educativos: vem da pouca vontade da geração "Morangos com Açúcar" que escreve com "k" e "x".
E eu digo isto sendo parte dessa geração, por isso entristece-me constatar toda a apatia e lei do menor esforço que parece imperar. O pior é que as geração seguintes vão pelo mesmo caminho.

Bem, pareço uma velha chata a falar... mas com pouca autoridade para opinar!
Gostei do blog e tenciono continuar a passar por cá!
:D


De João Rodrigues Ferreira a 10 de Novembro de 2009 às 22:56
Este assunto daria muito para escrever, mas vou tentar resumir. A tua geração foi vítima dos psicólogos. É isso mesmo, leste bem. A determinada altura, os pais começaram a ligar demais ao que estes diziam, por necessidade de superproteger as crianças; a ida ao psicólogo foi daquelas modas que pegou, e como tal exagerram os conselhos dos ditos profissionais. Aquela história de compreender a criança, e por aí fora, foi completamente distorcida, e os pais acabaram por nem sequer asber dizer não aos filhos, resultado: filhos que agridem os pais, na adolescêcia, visto que os pais já não fazem nada deles. Jovens assim julgam-se os donod«s do mundo, não precisano de saber nada.
Outro factor para pensares: interessa a alguém, que as pessoas sejam ignorantes, os ignorantes são mais dificeis de dominar. Numa ditadura pode-se proibir o conhecimento, numa democracia isto tem que passar despercebido (isto é uma treoria da conpiração, com direitos de autor).
Haveria mais factores.
Resta-me dizer que sobram os resistentes, e que, como podes ver, a culpa do que sucede com a tua geração não tem a ver directamente com ela.


Comentar post

O lunático autor disto

congelados

Telescópio

 

Facebook

congelados

tags

actualidade

comico

humor

coisas

pensamentos

política

desabafos

música

educação

portugal

futebol

curiosidades

economia

desafio

politica

pp

sócrates

cultura

sic

eleições

todas as tags

links

Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mais comentados

52 comentários
45 comentários
42 comentários
38 comentários
38 comentários
36 comentários
34 comentários
34 comentários
33 comentários

Relógio